quarta-feira, 30 de março de 2016

Plano Nacional de Reformas 2016




Plano Nacional de Reformas 2016 deverá conhecer a sua versão final antes do termo do mês de abril de 2016, devendo, nessa altura, após debate interno em Portugal, ser apresentado à Comissão Europeia para discussão com os parceiros europeus.
Para já, o governo apresentou as linhas principais que irão orientar a concretização do Plano Nacional de Reformas 2016 e que guiarão também as opções do Programa de Estabilidade 2016-2020, documento onde constarão as metas com que o Estado português se comprometerá em termos de objetivos de política fiscal e crescimento económico.
Plano Nacional de Reformas 2016
Ao longo de cerca de 50 páginas, foram apresentados os seis pilares que serão posteriormente desenvolvidos com maior detalhe ao longo das próximas semanas, encorpando a versão final do documento. Eis as seis linhas chave escolhidas:
  • Qualificar os portugueses
  • Promover a inovação na economia
  • Valorizar o território
  • Capitalizar as empresas
  • Modernizar o Estado
  • Reforçar a coesão e igualdade social
Para já são ainda indicados, para cada chave, os principais eixos de intervenção e objetivos bem como as medidas esboçadas para cada um dos pontos e as respetivas metas quantificáveis que poderão ser usadas para, no futuro, avaliar o sucesso das iniciativas.
Entre as metas destacamos:
  • Qualificar os portugueses:
    • Universalizar a frequência do pré-escolar aos 3 anos até 2019;
    • Reduzir o insucesso escolar no ensino básico de 10% para 5%;
    • Garantir que 50% da população ativa conclui o ensino secundário;
    • Alcançar a meta de frequência de 50% dos alunos do ensino secundário em percursos profissionais de dupla certificação até 2020;
    • Reduzir para 10% a taxa de abandono escolar precoce;
    • 40% de diplomados do ensino superior na faixa etária dos 30-34 anos;
    • Taxa de participação de adultos em ações de Aprendizagem ao Longo da Vida: 15% em 2020; 25% em 2025.
  • Promover a inovação na economia:
    • Apoiar 1.500 novas empresas pelas medidas de apoio ao empreendedorismo;
    • 12.000 Empresas apoiadas pelas medidas de digitalização;
    • Meta 2020/23: 62-67% das PME com mais de 10 trabalhadores (CAE Rev. 3, B a H, J,K, M e Q) com atividades de inovação no total de PME do Inquérito Comunitário à Inovação;
    • 5.100 empresas apoiadas pelas medidas de internacionalização;
    • Meta 2020/2023: 22% de peso das exportações nas vendas das empresas; 47% das exportações no PIB.
  • Valorizar o território
    • Redução do consumo de energia primária: 25% para todos os setores da economia;
    • 30% na administração pública
    • Preparação de resíduos para reciclagem: 50% dos RSU em 2020;
    • Redução da deposição em aterro: 35% dos RSU biodegradáveis em 2020;
    • Investimento na ferrovia: 1.193 km (em mais de 40% da rede), dos quais 214 km de construção Duplicar o peso da economia do mar no PIB;
    • Reabilitação urbana: 4.000 edifícios públicos e privados apoiados e 3.000 m2 de espaços públicos reabilitados.
  • Capitalizar as empresas
    • Empresas a apoiar: 9.300 empresas;
    • Aumento dos capitais próprios: 2,78 mil milhões de euros;
    • Gastos de financiamento líquidos/EBITDA: 30% em 2020.
  • Modernizar o Estado
    • Redução de 30% dos prazos médios de licenciamento ambiental;
    • Redução de 25% dos custos das taxas de licenciamento;
    • Redução de tempo consumido pelas empresas na interação com a Autoridade Tributária e a Segurança Social: 15%;
    • Número de Decretos-Leis aprovados sem a regulamentação neles prevista, a partir de 2016: zero;
    • Estabelecer 2 datas fixas por ano para a entrada em vigor de legislação que altere o quadro jurídico das empresas: 1 janeiro e 1 de julho;
    • Redução de 20% do número de pendências na ação executiva cível até 2020.
  • Reforçar a coesão e igualdade social
    • Aumento do Complemento Solidário para Idosos (200 mil idosos abrangidos) e do abono de família (1,1 milhões de crianças e jovens);
    • Atualização do valor de referência do Rendimento Social de Inserção (240 mil pessoas abrangidas)
    • Redução global do valor das taxas moderadoras: 22% a 24%, em 2016
    • 100% das consultas realizadas em tempo adequado;
    • 100% das cirurgias realizadas dentro do tempo máximo previsto;
    • Reforçar os cuidados continuados prestados no domicílio e em ambulatório (4.800 novos lugares/camas) e a Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados (8.000 novas camas).
Leia mais: http://economiafinancas.com/2016/plano-nacional-reformas-2016/#ixzz44OWe45R5


Outros Relacionados:
http://viriatoapedrada.blogspot.pt/2015/07/divida-socrates-passosportas.html
viriatoapedrada.blogspot.pt/2013/03/bpnsln-self-service-para-enriquecer.html 
viriatoapedrada.blogspot.pt/2014/11/operacao-vistos-gold-e-as-ligacoes.html 
viriatoapedrada.blogspot.pt/2012/08/paulo-portas-e-os-submarinos_15.html 

sexta-feira, 18 de março de 2016

Socrates é Culpado?




“É hora de repor a verdade e de desmascarar o embuste. É hora de acabar com a injustiça. É hora de defender José Sócrates.”
"A governação de Sócrates foi absolutamente inédita. Sócrates foi o maior reformador e o maior modernizador de Portugal e da Sociedade Portuguesa de todos os tempos. Durante a sua governação, Portugal viria a destacar-se internacionalmente em domínios como a Educação, a Ciência e a Tecnologia, a Investigação Científica, A Energia e o Ambiente e na Saúde. Sócrates promoveu o acesso e a utilização das novas tecnologias na Escola e na Administração Pública. Sócrates promoveu o regresso à Escola e o aumento das qualificações dos Portugueses, o que muito contribui para uma melhoria da auto-estima de todos aqueles que beneficiaram das Novas Oportunidades. Sócrates combateu a burocracia e a ineficiência do Estado. Sócrates introduziu o Inglês (uma língua universal) nas Escolas de forma a tornar os jovens Portugueses mais competitivos. Durante a sua governação, Portugal passou a ocupar lugares de destaque nos Rankings mundiais, em domínios como a Investigação Científica, no Ensino Superior, no Investimento em Energias Renováveis, na
promoção da mobilidade elétrica, na Saúde, na Educação, etc.
Sócrates foi, é, e será sempre um Líder, em qualquer circunstância e em qualquer parte do Mundo. Sócrates é carismático. A sua boa figura é elogiada internacionalmente. Sócrates está bem preparado politicamente. É um Político nato. O seu brilhantismo ofusca e enche de inveja os seus adversários. O seu espírito corajoso e combativo esmaga-os politicamente. Mas todas estas qualidades não lhe trazem só vantagens. Sócrates é um socialista no sentido da luta pela defesa das classes mais desfavorecidas, e esbarra nos interesses corporativos e nos grandes lobbies que sempre dominaram Portugal. A sua visão de futuro e de desenvolvimento coloca-o em rota de colisão com o obscurantismo religioso e com o revanchismo da direita fascista portuguesa. Não admira, pois, que tenha inimigos!
O invejoso não procura ultrapassar a sua desvantagem com mérito. Em vez disso boicota. Persegue, calunia, humilha. A arma dos invejosos é a mentira. A mentira visa destruir o adversário, fazendo recair sobre ele suspeitas e falsas acusações. Ao ver o adversário diminuído, o invejoso vê atenuado o seu complexo de inferioridade e sente-se vingado. A terrível campanha de demonização de Sócrates é a prova mais cabal da miséria moral e intelectual dos seus inúmeros inimigos políticos.
A demonização de Sócrates é apenas uma das componentes de uma estratégia mais ampla de contra-informação que visa a manipulação da opinião pública. Em política, as campanhas de contra-informação visam atirar areia para os olhos, desviar as atenções, promover o ódio, o desconforto, o medo e a insegurança, de forma a tornar a população mais receptiva ao embuste. O objetivo dos embusteiros é “o pote”, como bem afirmou um dos seus muitos adversários.
A blogosfera e as redes sociais vieram facilitar sobremaneira a vida aos embusteiros. Nunca, como hoje, foi tão fácil condicionar os media e a opinião pública através da publicação de mentiras, da manipulação de fóruns e de debates nas rádios e nas televisões. A máquina de propaganda de Passos Coelho percebeu isso melhor do que ninguém. É do conhecimento público que Passos Coelho reunia frequentemente com bloggers. É do conhecimento público que a máquina de propaganda de Passos Coelho fornecia frequentemente material informativo aos bloggers com orientações acerca de como condicionar os media e a opinião pública. Miguel Relvas é tido como o mentor da campanha de propaganda e contra-informação de Passos Coelho. Este batalhão de voluntários “jovens e frenéticos, imersa dos pés à cabeça no mundo da net e imbuída de um messianismo que não olha a meios para erigir um país novo”, tal como se lhes refere Manuel
Carvalho num artigo intitulado “Campanha Tóxica” (Público, 2015) colhia grande auto-satisfação com estas actividades. Diz Jorge Mendes num artigo intitulado “A hora dos jornalistas” (JN, 2015) que bastava que a máquina de propaganda disparasse uns tweets, posts, SMS, MMS e esperar que os "likes" e os "shares" fizesse o seu caminho que, passado algum tempo, até as televisões já falavam sobre o assunto. Os opinion makers não tardavam a dar crédito e importância a estas teses conspirativas. A comunicação social tornou-se um alvo fácil dos conspiradores.
Foi assim que Passos Coelho derreteu e destronou os adversários internos e ascendeu a Secretário Geral do partido. Foi também assim que Passos Coelho viria a derrotar José Sócrates em 2009. Convém notar que, tal como referido por Manuel Carvalho, “pelo menos 11 destes operacionais, entre eles o ex-ministro Álvaro Santos Pereira ou o influente deputado Carlos Abreu Amorim, acabaram por ver a sua acção premiada com altos cargos no Governo ou na Assembleia”. Isto, por si só, já diz muita coisa acerca da qualidade moral e intelectual do actual executivo!
“Sócrates levou o país à ruína”, “Sócrates chamou a Troika”, dizem os embusteiros! A crise de 2008 pôs em evidência as fragilidades do Euro, a falta de atitude do BCE e a intransigência do Governo Alemão. A máfia financeira internacional não tardou a perceber estas fragilidades e montou um verdadeiro cerco às economias mais frágeis da zona Euro. Sócrates negociara de forma brilhante com a UE um pacote de ajuda financeira que teria que ser ratificado pelo parlamento nacional. O aparelho do PSD percebera que essa era a sua oportunidade de derrubar o governo. A malta de Passos descobrira aí a sua oportunidade de “ir ao pote”! “Ou vamos ao pote, ou vais de volta para Massamá”, foi o ultimato de Marco António Costa. E Passos não tardou a fazer-lhe a vontade, ele próprio sedento de poder arrastando Portugal e os Portugueses para uma situação caótica que nos deixou inteiramente à mercê dos credores
internacionais. Como se não bastasse, Passos ainda teve coragem para atirar as culpas para cima do homem (José Sócrates) que ligou para a linha de emergência! E, não é que o povo embarcou nesse embuste e mentira?! A retórica dos embusteiros segue à risca a cartilha da Kriegspropaganda (propaganda de guerra) Nazi. Um discurso nivelado por baixo, dirigido às massas, destinado a incutir na opinião pública a crença na existência de um vilão e de um potencial salvador. Um discurso de chavões, feito por amadores, tal como foi referido por Belmiro Fernandes Pereira (especialista em retórica, FLUP). Um discurso recheado de truques fáceis, mas que “não cola com a realidade”. Mas, quem se interessa pela Verdade? Quem quer saber da realidade, quando a mentira até dá jeito? Tal como dizia o ministro da máquina de propaganda Nazi, mentiras repetidas até à exaustão acabam por se tornar verdades. A narrativa pegou... pegou, inclusivamente, dentro do PS. A narrativa foi continuamente reforçada pelos comentadores afectos ao Governo que proliferam nas televisões, fazendo Kriegspropaganda sem qualquer espécie de contraditório.
De tal forma que Sócrates sentiu necessidade de quebrar o silêncio e de regressar ao debate político para repor a verdade e para se defender. Fê-lo de forma tão certeira e eficaz que não tardou a infligir baixas na coligação. Primeiro Relvas, a seguir Victor Gaspar, Portas esteve por um fio, por causa de Portas, saiu Álvaro Santos Pereira… por fim, Miguel Macedo! Os estragos causados pelas verdades de Sócrates ao governo de coligação de direita foram tantos e tão sérios que havia urgência de o calar antes que não restasse pedra sobre pedra. A Ministra da Justiça deixava já transparecer que algo estaria para acontecer, quando dizia que o tempo da impunidade estava a chegar ao fim! Pouco tempo depois, Sócrates acabaria detido da forma mais sinistra e maquiavélica pela autoridade tributária (e com o país todo a assistir pela televisão!) e indiciado por vários crimes que até hoje ninguém percebe! Um órgão de comunicação social transformado em porta voz do sistema do sistema judicial! Um Estado de Direito em que, depois deste caso, já muito pouca gente acredita nele, e a trazer de volta o terror e os atropelos do fascismo! Uma justiça que aparenta querer impor-se pelo medo e não pelo merecido respeito! Se fazem isto a um ex-Primeiro Ministro, o que não poderão fazer a qualquer de nós?
É por isso que, independentemente de partidos ou de ideologias, todos aqueles que não pactuam com a injustiça, com a mentira e com infâmia, se devem mobilizar corajosamente na defesa da dignidade humana e dos princípios de um Estado de Direito democrático e decente. É hora de pensarmos por nós próprios, pondo de parte os ódios completamente infundados e irracionais que nos quiseram incutir. É hora de repor a verdade e de desmascarar o embuste. É hora de acabar com a injustiça. É hora de exprimir, alto e bom som, a nossa indignação. É hora de exercer plenamente a Liberdade tão duramente conquistada pelos heróis de Abril. É hora de despertar da mentira, da inércia e de ter coragem e a verticalidade para romper com o cinismo. É hora de aderires ao movimento de apoio a José Sócrates, para que o desastre em que caminhamos a passos largos não se consuma em plenitude e nos arraste a todos nós! Por: Dulce Presilha
Defensores de José Sócrates e de Portugal,



 
       

OPA da Sonae
O jornalista Micael Pereira, às ordens de Pinto Balsemão, faz uma análise publicada na Revista do Expresso de hoje sobre o caso Sócrates.
Descreve tudo o que foi referido com tendo algo a ver com o ex-PM para concluir que nada tem uma consistência indiscutível exceto a OPA da Sonae sobre a PT, mas aí engana-se nas contas quando diz que os 5,1% das ações detidas pela CGD foram decisivas. Verdadeiramente decisivas seria 50,1% do capital representado na Assembleia de Acionistas.
Na verdade, estiveram lá acionistas com 67% do capital, dos quais votaram contra a OPA 46,58% e a favor 43,90%. Portanto os 5,1% representaram menos de um nono dos 46,58 e ninguém pode dizer o que tem mais valor, 41,08% ou 5,10%.
Numa sala de tribunal, o Ministério Público passaria por uma fase extremamente ridícula, pois números são números a sua importância é apenas numérica, pelo que não dependem da vontade parcial de um jornalista e muito menos de algum magistrado que não pode transformar 5,10 em 46,58. Não pode, mas na minha opinião é capaz de querer, considerando que estaria tudo combinado antecipadamente, mesmo que não tenha nenhum prova disso.
Na referida Assembleia de Acionistas, os resultados oficiais foram os seguintes:
Presenças na AG = 67% do capital da PT
Contra a OPA = 46,58% do capital representado na AG
A Favor da OPA = 43,90% do capital representado na AG
Abstenção= 9,52% do capital representado na AG
Recordo que bastava 33% dos votos presentes na AG para acabar com a OPA.
Os acionistas presentes foram os referidos na lista aqui reproduzida com foto e percentagem do capital. Parece que nenhum terá confessado que combinou tudo com Sócrates ou que era seu amigo ou que teria combinado com Zeinal Brava qualquer coisa nem que os magistrados os tenham chamados para saber com que interesses é que votaram. Claro, não os chamaram porque nada há na lei que permita à magistratura questionar um votantes, seja do que for, e admito que o voto tenha sido secreto.
Micael Pereira escreve que Sócrates teria sido contemplado com 17 milhões de euros que não foram para nenhuma conta sua. Por outro lado, o Pereira escreve que Sócrates poderia ter gasto 600 mil euros, sem falar em empréstimos recebidos, venda do apartamento na Rua Braamcamp, etc.
Refere, contudo, que o Estado dirigido pelo PM Sócrates absteve-se com as suas "golden shares" e as ações da CGD eram do tipo normal.
Curiosamente o mexicano Carlos Slim é que poderia ter sido amigo do irrelevante com quem tinha combinado a compra da Carris, Metro e não sei o que mais. Para a fortuna de Carlos Slim os seus 3,41% são uma ninharia e admira-me que tenha vindo a Lisboa para votar na Assembleia de Acionistas da PT.
Eu não escrevo isto apenas para defender um ex-PM do PS, mas pela simples razão que na qualidade de ex-jornalista tenho um especial prazer em descobrir os erros e falsidades dos outros, porque isso é igualmente NOTÍCIA e, como tal, é o que me faz mover.
Enquanto não aparecer algo que não seja anedótico e tenha 100% de credibilidade eu continuarei a escrever e a criticar todos os Pereiras. Por: Dieter Dellinger.              


  

Destruíram Sócrates por causa do Investimento Público.E agora em tom de ameaça que tem de haver o mesmo investimento em Portugal.Vamos lá a perceber o que está na cabeça desta gente.



O BCE adverte que a manterem-se baixos níveis de investimento público durante um período de tempo prolongado pode produzir-se uma deterioração do capital…
ECONOMICO.SAPO.PT

José Sócrates - Um homem, verdadeiramente, invulgar
SOCRATES É CULPADO !? PARA A DIREITA DOS INTERESSES, CLARO QUE É …
1.culpado de ser irresponsavel.
Quando pensou que podia por um pais de analfabetos a pensar e mudar de nível. Agora é que estamos bem a competir com o 3º mundo.
2. Culpado de nos levar à falencia. 
Principalmente a partir de 2008, por coincidência, quando o subprime levou à falência uma série de bancos e países e espalhou uma crise mais grave que a de 1929.
3. Culpado de defices superiores a 18 mil milhoes
Exactamente. Até às portas de 2008 conseguiu ser o único a baixar o défice e a crescer ao mesmo tempo. Porque carga de água não continuou?
4. Culpado pelo despesismo publico.
Exactamente. Tal como quando acabou com as subvenções vitalicias, as acumulações de reformas e toda uma série de regalias de muito boa gente onde se incluem, presidente da républica, presidentes de camara dinossauros e juízes.
5.Culpado pela Parque Escolar
Concordo. Quem quererá dar importância à criação de infraestruturas num pais destinado a ser pequenino.
6.Culpado pelas 3ª autoestradas, vazias
Sim, a malta do interior deve estar revoltadissima. Felizmente podem contar com a solideriedade da cidade.
7. culpado pelo aeroporto de beja.
Sim, só serviu para a tecnoforma formar gente que pelos vistos nunca fez falta.
8 culpado pelos aumentos salariais em 2009.
É verdade. Quem o mandou seguir as directivas da UE como os outros países .
9. Culpado pelos swaps.
Pois é. Devia ter deixado as empresas públicas terem continuado a fazer mais sem interferir .. Por: António Oliveira.


Confira os resultados da votação "Qual o melhor primeiro-ministro de Portugal?".
ECONOMICO.SAPO.PT

Anedota Pregos Garcia e solteirona grávida



Publicidade alentejana


O alentejano Garcia, abre uma filial da sua loja de pregos em Roma.
Como a propaganda é a alma do negócio, fez um outdoor com a figura de Cristo pregado à cruz e em baixo estava escrito:
"Pregos Garcia? 2.000 anos de Garantia".
Foi um rebuliço...
O Bispo de Roma foi pessoalmente conversar com o alentejano e explicar-lhe que não podia fazer aquilo, que era pecado mortal...
Então o alentejano resolveu fazer um novo outdoor:
Colocou Cristo com uma das mãos pregadas na cruz e a outra solta, acenando.
Em baixo estava escrito:
"Adivinhe em qual mão foi usado o Prego Garcia?"
Meu Deus do Céu!
Até o Santo Papa saiu do Vaticano e foi conversar com o alentejano:
- Que heresia, meu filho! Não se pode usar Jesus Cristo como meio de propaganda... Invente outro tema e retire este outdoor já!
- Então vou fazer um novo outdoor, sem o Cristo! - pensou o alentejano.
Colocou a foto da cruz vazia e em baixo estava escrito:
"Se o Prego fosse Garcia, o fulano não fugia..."


Sexo à Alentejana!

- Ontem à noite fiz amor com a minha mulher quatro vezes seguidas, disse o algarvio !
- E de manhã ela fez um delicioso crepe e disse que me amava muito.
- Ah, ontem à noite fiz amor com a minha seis vezes, resposta do lisboeta !
- E de manhã ela fez uma deliciosa omeleta e disse que eu era o homem da vida dela.
Como o alentejano ficou calado, o algarvio perguntou:
- Quantas vezes é que fez amor com a sua mulher ontem à noite, compadre ?
- Uma ! respondeu o alentejano.
- hahah, SÓ UMA??! ? exclamou o lisboeta
- E de manhã, o que é que ela disse?
- Na pares.



Solteirona e a amiga grávida


Uma solteirona descobre que uma amiga ficou grávida com apenas uma oração que fez na igreja de uma aldeia próxima. Dias depois, a solteirona foi a essa igreja e disse ao padre:
- Bom dia, padre.
- Bom dia, minha filha. Em que posso ajudá-la?
- Sabe, padre, eu soube que uma amiga minha veio aqui há umas semanas atrás e ficou grávida só com uma ave-maria. É verdade, padre?
- Não, minha filha, não foi com uma Avé-Maria... Foi com um padre nosso... Mas ele já foi transferido!



A eposa na cama

A esposa não está satisfeita com a distância que há entre eles e lembra:
- Quando éramos jovens, costumavas dar-me a mão, na cama.
Ele hesita e depois de um breve momento, estica o braço e dá-lhe a mão.
Ela não se dá por satisfeita.
- Quando éramos jovens, costumavas ficar bem encostadinho a mim...
Resmungando um pouco, ele vira o corpo com dificuldade e  aconchega-se junto a ela, da melhor maneira possível.
Ela insiste:
- Quando éramos jovens, costumavas dar dentadinhas na minha orelha...
Ele solta um longo suspiro, afasta os cobertores para o lado e sai da cama.
Ela, ofendida  grita:
- Onde é que tu vais?
- Buscar a dentadura !!!



segunda-feira, 14 de março de 2016

A Manifestação dos Porcos



Assunção Cristas propôs a construção de 20 novas estações de metro em Lisboa, no debate quinzenal desta quarta-feira. No entanto, a proposta não tem nada de…
ABRILABRIL.PT|POR ABRILABRIL


ESMIUÇAR O BURACO DA CRISTAS

Para não haver qualquer dúvida sobre a fidelidade das fontes, informa-se que os factos seguintes estão expressos no insuspeito jornal Expresso, de ontem, 27 de fevereiro, em local escondido (p. 10, à esquerda, ao fundo). 

1. A Cristas deixou um "buraco" de 340 milhões de euros, no Ministério da Agricultura ; 
2. A Cristas assume que deixou uma herança que incluía o pagamento futuro de 200 milhões mas que Passos Coelho e M. Luís Alburquerque sabiam; 
3. A Cristas esgotou num ano (de eleições, recordemos) os milhões de verbas da UE para cinco anos e até excedeu as verbas em 296 milhões de euros; 
4. Da dotação global de 576 milhões para ajudas "agroalimentares", a gastar entre 2015 e 2019, a Cristas "comprometeu" 872 milhões, logo em 2015! 

A saga poderia continuar (20 milhões de euros de seguros por pagar, 24 milhões de obras no Alqueva...) mas basta isto para medirmos a irresponsabilidade de quem distribuiu milhões em ano de votos, enchendo os bolsos dos amiguinhos da CAP e não só. 

Afinal, andamos a ser aldrabados por quem esbanjou num dia o que fará falta nos anos seguintes. Esta senhora , refinadamente reacionária, quer agora dar lições de moral e de boa gestão. E quer chefiar um partido! 
Valha-nos a senhora do "grelo e da chaputa"! 
por Firmino Mendes



Dois anos depois:
Embargo russo à importação de carne suína da U.E. pode trazer graves repercussões (5 de fevereiro de 2014).
Cristas e os porcinos de direita estiveram silenciados durante 2 anos, nunca

levantaram a crista, focinho baixo lambendo fundos que sorrateiramente lhes fazia chegar, escolhidos a dedo, marimbando-se para os verdadeiros porcos, importavam-se lá eles que uns tantos passassem fome, enquanto os seu bolsos continuavam a chegar as prebendas da amiga, nunca se modernizaram, a merda continua a ser servida em céu aberto vai direitinha para os afluentes contaminando tudo e todos. Só que aconteceu perderam o poder e lá se foram as amêndoas... dão por si abandonados perante um poder que não dá bolotas gratuitas a porcos.., cumpre a lei e as diretivas da UE. Por: Francisco Ribeiro.



«Sugira-se aos suinicultores que procurem as suas zonas de conforto pois quando a Europa entrou na aventura russa ficaram em silêncio, talvez a pedido da Cristas.»




O grupo anónimo de suinicultores laranja , ou seja : das laranjas podres. Os portugueses não são idiotas ...o laranjal está desmascarado e sem credibilidade !


O ministro da Agricultura, Capoulas Santos, falou esta sexta-feira a partir de…
NOTICIASAOMINUTO.COM|POR NOTÍCIAS AO MINUTO





À americana, a próxima presidente do CDS “apresentou-se” aos congressistas (e aos portugueses que a ouviam através das televisões, já que começou oportunamente à hora dos jornais da noite)
EXPRESSO.SAPO.PT

Zé era um gajo muito estúpido e tímido. Mas arranjou uma namorada. Um dia saíram de carro e foram até à Costa da Caparica... Após alguns quilómetros o Zé arranjou coragem e meteu a mão nas pernas da rapariga. Ela disse-lhe: se quiseres podes ir mais longe! Animado o Zé engatou a 4ª e foi até à Fonte da Telha...


Ribeiro e Castro foi hoje ao Congresso do CDS dizer o contrário do que a direita tem defendido desde as eleições de 4 de outubro.
WWW.SOL.PT














SAPO · 433 PARTILHAS



Largas dezenas de tratores partiram cerca das 11:00 de Vilar, Vila do Conde,…
NOTICIASAOMINUTO.COM|POR NOTÍCIAS AO MINUTO



O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, disse hoje em Bruxelas que…
NOTICIASAOMINUTO.COM|POR NOTÍCIAS AO MINUTO




Grande protesto dos transportadores que já abastecem em Espanha há mais de 4 anos ...Realmente , agora é que o preço do combustível está inaceitável ...?
Manifestem-se , estrebuchem , habituem-se .



"A VIDA É ASSIM"